Lista livros mais vendidos em Taubaté • Fevereiro 2014

Oi Oi gente, acabou de sair a lista dos mais vendidos em Taubaté, pelo Almanaque Urupês, quem adivinha o primeiro da lista?

li

Veja a lista neste link http://goo.gl/hc724p

Assinatura

Anúncios

Capital Nacional Da Literatura Infantil? Acho que não

chuva-de-giz

Angelo Rubim

Olá Gente, Tudo bem? Tudo bom? Como vocês estão?

Hoje eu vim aqui simplesmente para deixar clara minha insatisfação, meu descontentamento e minha revolta sobre as politicas públicas da minha cidade (: Não sou de escrever sobre este tema, mas ao decorrer do texto verão que tem tudo a ver com minha vida, o blog e o mundo literário esta breve crítica.

Quando enveredei pelo mundo dos livros, e, um tempo depois, pelos dos blogs, eu conheci muita gente que ficava admirada pelo fato de eu ser de Taubaté.

Para quem não sabe, Taubaté, interior de SP, que com seus quase 300 mil habitantes, foi decretada a Capital Nacional da Literatura Infantil em Março de 2011, titulo que foi totalmente entregue para a cidade.

O porquê deste titulo é: homenagear a grande trajetória de Monteiro Lobato, que para ~oxê~ quem não sabe, é um grande escritor, não somente de literatura infantil, mas que nasceu e morou em Taubaté. E lá brotou uma das suas maiores obras: O Sitio do Pica-Pau Amarelo.

3.15.imagem_museu

O sitio, um espaço de 20 mil m², está lá, com o mesmo casarão do século 19, mas se hoje o chão não range e o teto não goteja, é graças ao grande trabalho e esforço da coordenadora do museu.

Mas quem chega para visitar o local onde foram escritas as maiores obras literárias do país, não tem amparo nenhum, sem estacionamento para os visitantes, os ônibus das mais de 100 mil crianças que passam por ano pelo local ficam a deriva na rua, atrapalhando também o trânsito nos arredores do local. Não se encontra um restaurante, uma lanchonete próximo, ao local. No próprio sítio não exite um local onde se possa lanchar, as excursões. Acho que fica difícil ver encantamento num local onde as coisas não giram.

2285324073

Rogério Marques

O mau aproveitamento das bibliotecas e espaços públicos deixa muito a desejar. Pode parecer um texto batido, que toda cidade falar, e infelizmente é. Mas não posso deixar mais um dia sem, pelo menos, da minha maneira, criticar esses hábitos taubateanos.

Temos como exemplo os prédios da Companhia Taubaté Industrial e a Vila Santo Aleixo (fotos abaixo), que estão ao tempo e que, hoje, não servem para nada, mas poderia ser transforados em grandes centros culturais e de incentivo a leitura, educação e cultura. Um símbolo tão expresso quão a torre do relógio que se vê quase da cidade inteira, ficar assim, não dá.

cti

Angelo Rubim

1654633_731939226824766_1766630139_o

Angelo Rubim

O Teatro Municipal, se encontra em calamidade. A parte estrutural está bem discutível, depois do tempo que passou fechado para reforma. E com uma programação bem escassa fica o nosso pedido para instituição públicas e privadas, para o incentivo para a cultura de ir ao teatro, e não ao rolezinho em um shopping :p

882180_573808099304547_794093514_o

Angelo Rubim

Os protestos de Junho deixaram apelos para os governantes, também de Taubaté. Que a educação seja melhorada, que os espaços sejam utilizados, que Taubaté SEJA a Capital Nacional da Literatura Infantil.

1001067_643572975671532_1521356160_n

Duh Mendes

7964_643574022338094_113293256_n

Duh Mendes

1010241_643573609004802_1245167274_n

Duh Mendes

Se Taubaté tem seu nome inscrito na história da cultura nacional por ter dado ao país nomes como Monteiro Lobato, Amácio Mazzaropi e Hebe Camargo, hoje tem a missão de recuperar sua reputação e superar o caos.

Grato pela atenção 9:

Agradeço também aos fotógrafos colaboradores para este post que gentilmente cederam as obras para eu utilizar: Ângelo Rubim, Duh Mendes e Rogério Marques.

Assinatura

O pioneirismo tem que continuar! Almanaque Taubaté

Gente, caiu em minhas mãos na semana do dia  05 de Dezembro, a revistinha produzida pelo Almanaque Urupês: o Almanaque Taubaté! E hoje eu vim contar o que eu achei do informativo.

1469852_700142103352111_1235268239_n

Primeiramente, o projeto pioneiro na cidade visa mostrar os cidadãos um lado curioso da história e acontecimentos marcantes do município. E por se tratar de um material cultural e de distribuição gratuita, logo caiu em gosto popular.

Desde os primeiros capítulos vemos notas históricas que se entrelaçam com o dia a dia. Os rios que correm o centro da cidade (por baixo), cada canto e cada rua com a história contada.

Conseguimos encontrar também nessa mini enciclopédia de notas, informações como: A formação do Vale do Paraíba,páginas que provam com anotações arqueológicas sobre os primeiros povos de Taubaté, a língua originária, enfim, é um material de ouro e que conta tudo sem deixar aquele clima maçante de aula de História C-H-A-T-A!

#Curiosidades – No almanaque encontrei diversas anotações rápidas sobre fatos mais do que curiosos sobre a evolução do município.

E para quem achar pelos cantos das páginas do livreto os QRCodes de Links curtos, terá acesso a um mundo de maiores informações no portal do Almanaque!

1461301_700142133352108_743674437_n

É um material de OURO ~repetindo~ E quem quiser saber mais é só acessar: http://www.almanaquetaubate.com.br/

E leva a primeira votação do blog!!!

Ganhou 5 livrinhos

Sem Título-1

 

Assinatura Blog